Título: Alfredo Pimenta e esposa

Datas extremas: 1902/1950

Dimensão: 0,20 ml (2 cx. com 215 doc. simples)

Nível de descrição: arquivo

Nome produtor: Dr. Alfredo Pimenta e D. Adozinda Pimenta

História biográfica: Alfredo Augusto Lopes Pimenta, filho de Manuel José Lopes Pimenta e de Silvina Rosa, nasce a 3 de Dezembro de 1882 na Casa de Penouços, em S. Mamede de Aldão, Guimarães. Até 1893 vive em Braga com seus pais e frequenta o Colégio Académico de Guadalupe, nesse ano, regressa a Guimarães, frequenta o Colégio de S. Nicolau e em 1893 recebe o prémio da Sociedade Martins Sarmento para melhor aluno da instrução primária. Em 1899, depois da realização dos exames finais no liceu de Viana do Castelo, matricula-se na Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra. Em 1904 casa-se com Adozinda Júlia, 1908 acaba o curso de direito e abre cartório de advogado na cidade do Porto, vindo a desistir oito meses depois. De 1911 a 1913 é professor provisório no Liceu Passos Manuel, em Lisboa, simultaneamente, escreve para vários jornais e dedica-se à investigação, publica vários trabalhos e participa como conferencista em espaços de debate. Em 1931 é nomeado 2º conservador da Torre do Tombo e director do Arquivo Municipal de Guimarães, em 1933 funda o Boletim de Trabalhos Históricos. Em 1949 é nomeado Director da Torre do Tombo. Morre a 15 de Outubro de 1950. Um ano depois, em 1951, os seus restos mortais são trasladados para Guimarães, onde jaz na Capela da Madre Deus.
Adozinda Júlia Brito de Carvalho, filha de António Carvalho da Silva e de Maria Emiliana Correia Soares de Brito, nasceu em 1884, na freguesia de São Bartolomeu, da cidade de Coimbra. Casou com Alfredo Pimenta em 1904 na igreja da Sé Nova da já referida cidade.
 

História custodial e arquivística: Os documentos que constituem o arquivo da família Pimenta foram, maioritariamente, encontrados em armários do antigo edifício do Arquivo Municipal Alfredo Pimenta, a sua proveniência é desconhecida, somente, existem sete cartas que foram adquiridas por compra por esta instituição.

Âmbito e conteúdo: Constituído maioritariamente por correspondência enviada/recebida e recortes de jornais.

Ingressos adicionais: Arquivo em aberto.

Condições de reprodução: A reprodução deverá ser solicitada por escrito, através de requerimento dirigido ao responsável da instituição. O seu deferimento encontra-se sujeito a algumas restrições tendo em conta o seu estado de conservação ou o fim a que se destina a reprodução.

Condições de acesso: Comunicável, salvo os originais em mau estado de conservação.

Descrição do estado de conservação: No geral o arquivo está em bom estado de conservação.

Instrumentos de descrição: Catálogo disponível em suporte papel e electrónico.

Regras e convenções: ISAD (G)

  topovoltar