de 1871 a 1872

O Berço da Monarchia (1871). Este jornal, aparecido em 1871, é de formato maior do que o aparecido em 1858. João Lopes de Faria diz-nos que a duração deste periódico devia regular por dois anos. Na Sociedade existem os números 9, 17, 35, 38, 41 e 45 do primeiro ano, 1871, figurando como proprietário, Augusto dos Santos Guimarães. Tipografia do mesmo Santos Guimarães. Redacção, R. de D. João I, n.º 15. Publicação às quartas e sábados. Os números 64, 71, 75 e 78 do segundo ano, 1872, aumentaram um bocadinho de tamanho e modificaram as letras do cabeçalho, figurando só, como Administrador, Jacinto de Sousa Dias, e impressos na Tipografia de «O Berço da Monarchia».
As fases por que passaram os dois «Berços da Monarchia», o tempo que duraram e as modificações que tiveram, torna-se difícil aventá-las, pela insuficiência de dados precisos. O Padre Caldas, não adianta nada, e «O Jornalismo Português», de Silva Pereira, faz grande embrulhada sobre estes dois jornais, porque os funde num só, englobando as datas. Diz assim, resumidamente: «O Berço da Monarchia», semanal de instrução e recreio. Maio de 1858 a 1872. E não é assim, como fica demonstrado.

  topovoltar