Gazeta do Bibliophilo
de 1881 a 1881 (Bibliografia do Progresso Catholico)

Gazeta do Bibliophilo (1881). Teixeira de Freitas, editor. É um jornal de 4 páginas, que representa como que o registo bibliográfico dos livros oferecidos ao «Progresso Catholico», publicando na última página anúncios da especialidade. Saíram só 5 números, correspondentes a cinco meses do «Progresso Catholico» de 1881, nos meses de Maio, Junho, Julho, Agosto e Setembro.
No primeiro número, em resumo, diz o artigo de fundo: «Como do seu título se depreende, a nova Gazeta, que hoje vê a luz da publicidade, não tem outro fim que tornar conhecido dos amadores o movimento literário ocorrido no país e no estrangeiro. Não tem pretensões a enfileirar-se entre os jornais deste género que abundam no estrangeiro, mas porque eles faltam em Portugal, prestará serviços àqueles que aguardam notícias da aparição de um livro que lhe seja companheiro de algumas horas».
Porém, do n.º 23 do 3.º ano do «Progresso Calholico» de 30-9-1881 em diante, aparece uma Secção Bibliográfica que continua nos números dos anos seguintes e que explica em introdução: Vamos satisfazer os desejos de alguns editores, que oferecem as suas obras a esta redacção, por julgarmos acertado o seu pedido. De hoje em diante voltará para o corpo do jornal esta secção, deixando de ser publicada na «Gazeta do Bibliophilo». Esta explicação dá pois como finda a publicação mensal da Gazeta.
Em nenhum número dos Progressos existentes na Sociedade Martins Sarmento se encontra a «Gazeta do Bibliophilo».

  topovoltar