A Fototeca da Casa de Sarmento é um repositório de fotografias, gravuras, pinturas e de representações sobre outros suportes materiais dedicado ao património construído, às personalidades, à vida quotidiana, ao trabalho, às festividades, aos acontecimentos públicos de Guimarães e da sua região.

Em larga medida, este projecto retoma e aprofunda a ideia de Joaquim Fernandes que esteve na origem da exposição “Guimarães do Passado e do Presente” organizada em Agosto de 1979 pela Comissão de Coordenação e Dinamização da antiga Biblioteca Pública da Fundação Gulbenkian e do livro com o mesmo título, que permitiu recriar uma imagem viva da antiga Guimarães, desde os meados do século XIX até meados do século XX.

O principal objectivo deste projecto é reunir em acervo digital as imagens dos espaços, das gentes, dos costumes, da economia, da sociedade, da história e da cultura da nossa região. Assume-se como um arquivo em permanente construção que visa preservar e disponibilizar aos investigadores e ao público em geral a nossa memória visual e a percepção das mutações operadas ao longo do tempo.

A Casa de Sarmento solicita a todas as pessoas e entidades a cedência para reprodução de imagens (registos fotográficos, postais, estampas, pinturas, desenhos, etc.) que se enquadrem dentro dos propósitos deste projecto.

  topovoltar