1
Fundo ultramarino
Faixa de tecido policromático (bege, cor de rosa, cinzento e cor de vinho), com frocos nas extremidades. Adorno do vestuário feminino.
 

   2
Fundo ultramarino
Cálice de pau preto, trabalhado no torno pelos Indígenas de Moçambique, "macuas" e "landins", com bojo largo decorado com estrias incisas, pé curto trabalhado e base circular.
 

   3
Fundo ultramarino
Lâmina de acha de soba em metal gravado. (Congo Belga, Baixo-Uélé).
 

   4
Fundo ultramarino
Copo de pau preto, trabalhado no torno pelos Indígenas de Moçambique, "macuas" e "landins".
 

   5
Fundo ultramarino
Colher de madeira.
 

   6
Fundo ultramarino
Ídolo feminino angolano, em calcário, esculpido e com incisões.
 

   7
Fundo ultramarino
Cestinha de forma circular, em palha entrançada e pintada em preto formando decoração.
 

   8
Fundo ultramarino
Grupo escultórico, em madeira monóxila, produzido pelos "macondes" do Norte de Moçambique. Representa um homem montado num "boi-cavalo", com um chapéu de aba larga e segurando, na mão direita, uma Ave . Ladeado por duas pequenas figuras masculinas, uma com um chapéu que segura, na mão direita, um objecto em forma de uma maça em madeira ("porrinho"). A outra figura tem um penteado exótico e no rosto a indicação de bigode e pêra.
 

   9
Fundo ultramarino
Apoio monóxilo, com funções de travesseiro, em madeira, de formato côncavo, com ornamentação esculpida e base sob a forma de caprino.
 

   10
Fundo ultramarino
Cálice de pau preto, trabalhado no torno pelos Indígenas de Moçambique, "macuas" e "landins", com pé alto, fino e trabalhado, base circular e decoração, no topo do bojo, com estrias incisas.
 

 

  topovoltar