1
Fundo ultramarino
Espada com cabo de pele e madeira, a lâmina é de metal. A bainha de pele é ornamentada com pingentes em pele, presos à própria bainha, quatro tiras largas de pele decoradas em preto, castanho e bege e duas pegas de pele entrançada. Trabalho dos Indígenas da Guiné Portuguesa, pertencentes ao grupo étnico-linguístico Mandiga, localizado na parte Norte da Província do Ultramar.
 

   2
Fundo ultramarino
Cabeça de cabra esculpida em madeira, por um Indígena Angolano da Vila de Serpa Pinto (Alto Cubango).
 

   3
Fundo ultramarino
Cálice de pau preto, trabalhado no torno pelos Indígenas de Moçambique, "macuas" e "landins", com pé alto, fino e trabalhado, base circular e decoração, no topo do bojo, com estrias incisas.
 

   4
Fundo ultramarino
Azagaia com cabo e folha em metal.
 

   5
Fundo ultramarino
Casse-tete ou porrinho de madeira, arredondado, na parte superior, decorada de forma incisa e com um cordão em pele.
 

   6
Fundo ultramarino
Cálice de pau preto, trabalhado no torno pelos Indígenas de Moçambique, "macuas" e "landins", com pé alto e fino, base circular e decoração, no topo do bojo, com estrias incisas.
 

   7
Fundo ultramarino
Azagaia com folha e cabo em metal.
 

   8
Fundo ultramarino
Azagaia com cabo de cana e uma das extremidades em metal.
 

   9
Fundo ultramarino
Azagaia com cabo de cana, debruada, numa das extremidades por fibra vegetal e na outra uma lâmina em metal.
 

   10
Fundo ultramarino
Cobra "mutucuta", colorida e decorada geometricamente, e pássaros esculpidos. (Uíge - Angola, séc. XX).
 

 

  topovoltar