Sociedade Martins Sarmento

Jardim e Claustro

A Sociedade Martins Sarmento é uma instituição cultural de utilidade pública sem fins lucrativos fundada em Guimarães em 1881 em homenagem ao arqueólogo e etnógrafo vimaranense Francisco Martins Sarmento, cujos estudos científicos atraíram para Guimarães a atenção dos principais centros da cultura europeia do seu tempo.

A sede da SMS ocupa o claustro gótico e o jardim do extinto Convento de S. Domingos e um imponente edifício concebido no início do séc. XX pelo Arquitecto Marques da Silva, cuja edificação foi concluída em 1967.

O Museu da SMS é um dos mais antigos e mais importantes museus arqueológicos portugueses. Foi instituído em 1885, com o espólio recolhido por Martins Sarmento nas prospecções que realizou na Citânia de Briteiros, no Castro de Sabroso e em inúmeros sítios arqueológicos do Noroeste de Portugal. Ao longo do tempo, foi enriquecido com os achados de escavações que promoveu e com diversos legados, possuindo hoje um acervo ímpar no contexto da Cultura Castreja do noroeste peninsular. Para além das colecções de arqueologia, o Museu da SMS possui importantes colecções de etnografia, numismática e arte contemporânea.

A Biblioteca da Sociedade Martins Sarmento dispõe de perto de cem mil volumes, destacando-se o fundo de livro antigo, de dimensão e qualidade excepcionais, e o Fundo Local, que integra praticamente tudo o que se tem publicado em Guimarães, sobre Guimarães ou de autores vimaranenses, para além de importantes fundos especializados em áreas como a história, a arqueologia, a etnografia, a medicina, o direito, a religião. Dispõe ainda de uma vastíssima colecção de revistas científicas, nacionais e estrangeiras.
A hemeroteca da SMS integra as colecções dos jornais editados em Guimarães desde 1822.

No arquivo documental da Sociedade Martins Sarmento estão depositadas cerca de trinta mil peças, sendo as mais antigas do século XII, com realce para uma importante colecção de pergaminhos e para o Foral de Guimarães de 1507, para além dos espólios de diversos investigadores e escritores (Martins Sarmento, Abade de Tagilde, Albano Bellino, João de Meira, João Lopes de Faria, etc.).

A SMS tem sob sua responsabilidade a guarda, conservação e a supervisão técnica e científica das estações arqueológicas da Citânia de Briteiros e do Castro de Sabroso. É também proprietária dos seguintes monumentos arqueológicos: Mamoa de Donai (Bragança), Dólmen de Pera do Moço (Guarda), Gruta pré-histórica das Coriscadas e Penedo de Cuba (de Marco de Canaveses), Forno dos Mouros e Laje dos Sinais (Barcelos), Mamoa da Bouça da Agrela ou da Gândara, Mamoa da Bouça Nova, um penedo com círculos concêntricos e de um penedo com fossettes (Guimarães).

O órgão da SMS é a Revista de Guimarães, uma das mais antigas e prestigiadas publicações periódicas de carácter científico portuguesas (publica-se desde 1884).

RSS Notícias

  • Festa Escolar do 9 de Março | Programa 05/03/2021
    Apresentação em direto pelo canal do Youtube da Sociedade Martins Sarmento15h00 – Festa Escolar (4º ano de Escolaridade) https://youtu.be/N2iUr3xcFW0- Apresentação.- Hino da Sociedade Martins Sarmento, interpretado pela soprano Ana Alexandra Almeida, acompanhada ao piano pelo Professor Simão Neto.- Palavras alusivas à Festa Escolar.- Imagens da Instituição.- Apresentação dos livros incluídos no “Prémio”, a cargo do […]
  • Apresentação do Portal CAMinho 16/02/2021
    O CAMinho é um portal de pesquisa que agrega os catálogos e repositórios das bibliotecas e arquivos associados à Universidade do Minho. Este serviço permite a pesquisa simultânea nos catálogos do Serviço de Documentação e Bibliotecas da UMinho, da Biblioteca Pública de Braga, da Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva, da Biblioteca da Sociedade Martins Sarmento […]
  • Continuamos por cá... Volume 129 da Revista de Guimarães 10/02/2021
    A Revista de Guimarães, que se publica desde o longínquo ano de 1884, é o órgão científico da Sociedade Martins Sarmento e, muito provavelmente, a mais antiga revista portuguesa que se mantém em publicação. No primeiro número da Revista, os seus promotores afirmavam claramente o que os movia: “É realmente uma revista de Guimarães que […]
  • Professor Doutor José Marques (1937-2021) 01/02/2021
    Sacerdote, professor catedrático, historiador, bibliotecário-arquivista, paleógrafo, o padre Marques, como era conhecido, deixou-nos, aos 83 anos, no dia 29 de Janeiro de 2021. Nascido em Roussas, concelho de Melgaço, foi ordenado padre aos 24 anos. O interesse pela História, especialmente pela história da religião, levou-o a frequentar a Faculdade de Letras da Universidade do Porto […]
  • Apresentação do volume 119 da Revista de Guimarães 27/01/2021
    A Direcção da Sociedade Martins Sarmento convida todos os interessados para a apresentação online do novo volume da Revista de Guimarães, vol. 129, referente ao ano de 2019, a realizar-se no próximo dia 30 de Janeiro, sábado, pelas 15h30. Poderá acompanhar a sessão através do ZOOM https://videoconf-colibri.zoom.us/j/87274639081?pwd=ZEhqRllzcm5ZM3ZmYzhPbGZFdjlFUT09 ou do canal do Youtube da SMS https://youtu.be/litUyWRy_Lg.A apresentação deste […]
  • Continuamos por cá... | Molde e lingotes metálicos, recolhidos na Citânia de Briteiros 24/01/2021
    O interior de uma das casas reconstruídas da Citânia de Briteiros estava, até há alguns anos atrás, ocupada com material cerâmico avulso, recolhido em várias campanhas de escavação ao longo do século XX. Por entre o amontoado de materiais, foi identificado, em 2005, um molde em granito, fragmentado. Uma das faces do molde, onde se […]
  • Informação sobre encerramento dos espaços 15/01/2021
    Face às medidas anunciadas pelo Governo respeitantes ao período de confinamento, para enfrentar o agravamento da situação pandémica, as quais impõem o encerramento de espaços culturais, incluindo Museus e Sítios Arqueológicos, como ainda Bibliotecas, ficam encerrados ao público, a partir de hoje, 15 de Janeiro, os correspondentes espaços sob jurisdição ou pertencentes à Sociedade Martins […]
  • Aníbal Carlos Rocha 11/01/2021
    A Sociedade Martins Sarmento manifesta o seu profundo pesar pelo falecimento do Senhor Aníbal Carlos Rocha, antigo funcionário da instituição. O Senhor Aníbal, como era por todos conhecido, foi durante muitos anos funcionário da Sociedade Martins Sarmento tendo-se destacado pelo seu profissionalismo, generosidade e amabilidade, qualidades que soube por ao serviço da Sociedade Martins Sarmento dignificando […]