1
Fundo vimaranense
Foral de 1517, outorgado em 20 de Novembro pelo El-rei Dom Manuel I à vila de Guimarães. No topo, tem o escudo da Monarquia Portuguesa, no centro a inscrição: Dom Manuel. Inferiormente, tem ornamentações florais e de animais a ladear inscrições em escrita humanista. (1517 (séc. XVI).
 

   2
Fundo vimaranense
Caneta de ouro com bico de pena, na parte de cima tem um laço em ouro pendurado com a seguinte inscrição: " Oferta de M. G. G. Bandeira em 1885 para o bazar da S. M. S. ". Esta caneta está dentro de uma caixa forrada com tecido verde, o inverso da tampa está forrada com uma espécie de almofada em tecido branco com uma barra em verde.
 

   3
Fundo vimaranense
Imagem de Nossa Senhora da Oliveira, em bronze, do final do séc. XVII. Faz parte do brasão da Cidade de Guimarães que encimava tanque que existiu no Largo da Oliveira, encostado à base da torre da Igreja, demolido em 1904.
 

   4
Fundo vimaranense
Chaves simbólicas de Guimarães, entregues à Rainha D. Maria II na visita a Guimarães, em Maio de 1852. Ostentam a imagem da padroeira da cidade, Senhora da Oliveira, e as armas de Portugal. 1852 (séc. XIX).
 

   5
Fundo vimaranense
Bandeira em bege, bordada a ouro e com a legenda «Antes quebrar que torcer».
 

   6
Fundo vimaranense
Faixa de seda azul e branca com frocos e onde está bordado a seguinte inscrição: vereador.
 

   7
Fundo vimaranense
Escudo de madeira, de forma oval, quebrado ao meio e de fundo preto, decorado com as armas reais a vermelho, amarelo, branco e azul, encimadas por uma coroa fechada. Pertenceu à Câmara Municipal de Guimarães, sendo utilizados na cerimónia da quebra dos escudos, que tinha lugar em sinal de luto aquando da morte de membros da família real. Séc. XIX.
 

   8
Fundo vimaranense
Côvado, medida de comprimento, em madeira e ferro (extremidades), de forma octogonal. Apresenta-se dividido - meio-côvado, quartos e sextos - e com marcas de aferição até 1895. Séc. XIX.
 

   9
Fundo vimaranense
Vasilha quadrangular, em bronze, de meio alqueire (6,3 litros) com 2 pegas, uma de cada lado. Numa das faces tem as Armas Reais e uma pequena caravela, na outra face a seguinte inscrição: "SEBAS/TIANUS/A. S. /1575". Medida padrão, do tempo de D. Sebastião (1575), destinada à aferição legal de medidas de cereais e líquidos.
 

   10
Fundo vimaranense
Padrão de peso, em bronze, de oito arráteis (3,700 kg) com uma pega. Séc. XV-XVI.
 

 

  topovoltar