Marco miliário.

Descrição

Encontrado numa bouça da freguesia de Prado (Braga). Fazia parte da via romana de Braga por Tui. Oferta da Viúva de Albano Belino, em 1907.
Interpretação: Tibério César, filho do divino Augusto, neto do divino Júlio Augusto, Pontífice Máximo, saudado Imperador oito vezes, Cônsul cinco vezes, do Poder Tribunício trinta e quatro vezes. Desde Braga Augusta até aqui são (...mil?) …passos.
(NOTA—O passo romano equivalia a 1,49m e media cinco pés. A milha cerca de 1481 m.)
Leitura: [Ti(berius) Caesar, Di]vi Aug(usti) f(ilius), Di[vi Iuli nepo]s Aug(usti) Pont(ifex) [Ma x(imus.), imp(erator) VIII Co n[s(ul.) V, Trib(unicia)] Potest(ate) [XXXIIII, Brac(ara) Aug(usta) ... (milia passuum)] .
Invocação: TIBERIVS (14-37 p.C.).

É parte de

Epigrafia

Formato

Dimensões: da coluna: 0,66x0,62.
Altura das letras: 0,09.

Abrangência espacial

Freguesia de Prado (Braga).
Encontra-se atualmente exposta no Museu Arqueológico da SMS.

Identificador

77

Referências

Corpus Inscriptionum Latinarum, II, n.º 4869; Argote, Memórias, II (1734), p. 688; Martins Capela, Miliários do Convento Bracaraugustano, p. 89, n.º 3